Articles for agosto 2009

Curso de Filosofia Taoista, com o sacerdote Wagner Canalonga

Para os interessados na Tradição Taoista em geral, em Medicina Chinesa, ou nas demais artes taoistas, como Feng Shui, Astrologia Chinesa, Qi Gong, Tai Ji Quan, ou mesmo em cultura chinesa em geral, indico muito o curso de Filosofia Taoista, com o sacerdote Wagner Canalonga, na Sociedade Taoista do Brasil. Demais informações abaixo:

Veja abaixo o conteúdo do módulo I deste curso.

Módulo 1 – Raízes do Mistério

Compreendendo as mutações


“Um prédio de dez andares começa na fundação.”

Observando as transformações do mundo por muitos milênios, os mestres taoístas decifraram e codificaram as leis sutis que regem os movimentos do universo.

Esta sabedoria milenar foi revelada no Yi Jing (I Ching) – o Tratado das Mutações – uma das mais belas e significativas obras da humanidade.

Este módulo apresenta os principais fundamentos filosóficos do I Ching, sobre os quais se sustenta todo o pensamento taoísta.

Temas:

§        Taoísmo: A Tradição do Mistério

§        Compreendendo as leis do Tao: a sabedoria nos símbolos do I Ching

§        Do Princípio à Manifestação, da manifestação ao Princípio – A Cosmogênese Taoísta e o Caminho de Retorno

§        A Dança das Polaridades – Yin e Yang, desdobramentos e correspondência

§        Os Cinco Elementos e a dinâmica do equilíbrio

§        Céu, Homem e Terra nos Oito Trigramas do I Ching

§        Quatro diagramas do Mistério (Ho Tu, Luo Shu, Ba Guas)

§        A Grande Roda das Mutações – os 64 Hexagramas do I Ching

§        As Quatro Virtudes do I Ching

§        Transmutando o destino através da consciência

§        Artes do Mistério – Oráculos e Mapas do Invisível (I Ching, Feng Shui, Astrologia…)

§        Karma, destino e livre-arbítrio nas linhas do I Ching

Duração do Módulo: 3 meses

NOVA TURMA DO MÓDULO 1

Aula Inaugural: 21 de setembro/09, segunda-feira, das 20 às 21h30.
 
Início – 24 de setembro, quinta-feira
Horário – das 20 às 21h30
Término – 10 de dezembro, quinta-feira
Quantidade: 12 dias – às quintas-feiras

O curso oferece apostila e certificado.

Descontos para inscrições feitas até 15 de setembro/09, terça-feira.

Saúde e longevidade!

Irene Gavilanes
Sociedade Taoísta do Brasil – SP
Av. Liberdade, 113 – 3º andar
CEP 01503-000
Fones: (11) 3105-7407 / (11) 9631-3005
www.sociedadetaoista.com.br

Palestra sobre Medicina Chinesa na Semana do Tao

8a_semana_do_tao

Essa semana acontece a 8a edição do evento anual da Sociedade Taoista do Brasil chamado ” A Semana do Tao”. O evento acontecerá de 10 a 15 de agosto, oferecendo palestras, aulas abertas, meditação e outras atividades gratuitas abertas ao público. Para participar, basta trazer alimentos não-perecíveis, que serão encaminhados para entidades assistenciais.

Esse ano participaremos com a palestra “Equilíbrio e harmonia na saúde: conhecendo os sinais do seu corpo pela visão da Medicina Tradicional Chinesa”, no sábado, dia 15/08 as 11hs.

Veja a programação completa do evento clicando aqui.

Teste para a nova gripe

Se souberem de alguém com os sintomas da nova gripe, avisem que estão sendo realizados exames particulares nos hospitais abaixo.

Não esperem pela rede pública, que está com o atendimento péssimo.

Os hospitais são:

Sabará ( Hospital Infantil)
Samaritano
Sirio-Libanes
Santa Catarina

São postos do Fleury dentro destes hospitais, que estão realizando o exame particular (R$ 115,00). O resultado sai em 48 horas. Quanto antes diagnósticado o vírus melhor, pois o tal remédio Tamiflu, indicado para a gripe só faz efeito nas primeiras 72 horas do início dos sintomas, depois não resolve.

OBS.: nenhum convênio médico tem cobertura para esse exame.  

P.S.: informação enviada por Marisa Basilio. Obrigado!

Pulsologia e a degustação de vinhos

Ilustração milenar de terapeuta examinando o pulso do paciente

Ilustração milenar de terapeuta examinando o pulso do paciente

Luis Fernando Veríssimo escreveu certa vez que “já se disse mais bobagem sobre vinhos do que sobre qualquer outro assunto, com a possível exceção do orgasmo feminino e da vida eterna.” Certamente ele não acrescentou a essa lista de exceções a pulsologia porque não conhece nada de Medicina Tradicional Chinesa.

Já li, já tive e já dei aula de provavelmente todos os principais temas teóricos da MTC. Posso dizer com tranqüilidade que a análise do pulso é o tema mais controverso, mais misterioso e também sobre o qual já se disse um número incontável de divagações abstratas e imprecisas (ou melhor dizendo – bobagens). Pergunta o aflito aluno: “o que é um pulso Flutuante professor?” E o brilhante mestre responde do alto da sua profunda sabedoria: “é como sentir uma madeira boiando num riacho.” Simples assim. E o aluno acaba de desistir de usar a pulsologia na sua prática clínica, achando que é coisa de chinês maluco ou que só vai chegar nesse “nível” de compreensão nas próximas vidas.

Há pouco tempo comecei a me interessar cada vez mais sobre vinhos. Mas confesso que esse universo me parecia dificílimo. Quando via o Renato Machado no programa “Mesa para Dois” falando sobre os vinhos e as suas harmonizações com a comida (e também contando o preço dos vinhos que estava degustando) pensava em desistir ou deixar para algumas encarnações vindouras. Mas dois fatos mudaram essa visão. Ganhei um ótimo livro da minha preciosa esposa chamado “Sem Segredos”, do Matt Skinner. Ele é sommelier dos restaurantes do famoso chef Jamie Oliver (que por sinal também me ajudou muito a desmitificar o mundo da gastronomia). E também passei a frequentar uma degustação de vinhos semanal numa adega perto de casa.

vinhoMunido das informações do livro e do respaldo técnico dos freqüentadores mais experientes da degustação passei a me aventurar na análise dos vinhos. Posso dizer que em um mês tive uma evolução surpreendente, tanto pra mim, quando para os meus colegas de vinho, conseguindo até conversar bem razoavelmente (mas com muita humildade) com pessoas que tomam vinhos há trinta anos. Como isso foi possível? Porque a forma como se desenvolve a capacidade de se perceber as características de um vinho é exatamente igual à de ser capaz de detectar as diferenciações do pulso de um paciente.

E essa chave na verdade é muito simples: você só é capaz de perceber, por exemplo, o que são os taninos de um vinho, se você for capaz, anteriormente, de descrever qual é a sensação dos taninos. Tornando ainda mais simples. Não adianta tanto você ficar tomando centenas de vinhos (e ficar muito pobre com esse processo) esperando que um dia, magicamente, e sem nenhuma ajuda, você passe a sentir os tais dos taninos. Agora, se alguma boa alma chega para você e lhe diz: os taninos de um vinho causam uma sensação de secura na boca, secando a saliva, como quando comemos uma banana verde. Fica bem mais fácil agora você perceber os taninos do próximo vinho que você for tomar, não? E agora, depois de uns três ou quatro vinhos ,você já será capaz de dizer qual apresenta mais taninos (pois seca mais a sua boca) do que o outro com menos. E isso funciona com todas as demais características do vinho, como acidez, amargor, ser redondo, etc…

Da mesma forma, um terapeuta de Medicina Chinesa, só será capaz de sentir as características de um pulso se for capaz de descrevê-las. Por exemplo, o tal do pulso Flutuante: ele é um pulso sentido com mais intensidade e clareza no nível superficial do toque (no nível da pele) e que, ao se aprofundar a pressão, ele perde intensidade. Também fica mais fácil, não é?

As correlações entre a degustação de vinhos e a análise da pulsologia na Medicina Chinesa não param por aí. Mas isso fica para um próximo post.

Enquanto isso, recomendo irmos treinando com um Casa Lapostolle, da uva Merlot, 2006 ou 2007. Saúde!