Articles for Abril 2010

Vacinas – tomar ou não tomar?

Luciana Ribeiro, uma das minhas ex-alunas mais antigas de Tui Na, deu a sugestão para este artigo, pois queria saber qual a visão da Medicina Chinesa na utilização das vacinas.

Para compreendermos esta questão temos que nos voltar para os princípios do entendimento da formação de doenças segundo a Medicina Chinesa. Qualquer patologia é entendida como sendo Interna (Endógena), Externa (Exógena) ou a curiosa nomenclatura “Nem um, nem outro”.

As doenças internas são as formadas pelos distúrbios psíquico-emocionais. As externas são formadas pela influência, ou como chamamos na Medicina Chinesa, pela invasão dos fatores climáticos, como o Frio, o Calor, o Vento, a Secura, dentre outros.

É importante destacar que para que um desses fatores externos gere um distúrbio, ele tem de prevalecer sobre o nosso sistema de resistência (Wei Qi).

Assim, entendemos o porquê que duas pessoas expostas à mesma mudança abrupta de temperatura não sofrem a mesma consequência: uma pode ficar gripada e a outra não, se a primeira estiver com sua resistência mais debilitada. Nesse tipo de gripe, portanto, o terapeuta da Medicina Chinesa não leva em consideração a presença ou não do agente biológico (vírus, por exemplo). O que importa no tratamento é a natureza do distúrbio gerado pelo fator climático.

Já dentro da categorização dos “Nem um, nem outro”, na qual temos os acidentes, má alimentação e todos os demais tipos de fatores geradores de doença, temos a Pestilência.

A diferenciação básica entre uma pestilência e um fator externo é que a contaminação por uma pestilência independe dos nossos fatores de resistência. Por melhor que esteja nosso sistema de defesa (Wei Qi), seremos contaminados.

Essa diferenciação simples faz com que o critério para a utilização das vacinas seja simples: contra o que for considerado uma pestilência, e tiver vacinação, aplica-se a vacina. Para o que depende dos nossos fatores de resistência, como a gripe comum, não se aplica a vacina, mas sim procura-se mecanismos para aumentar a nossa resistência, como o Qi Gong (exercícios energéticos), uma alimentação adequada, repouso suficiente, boa qualidade de sono, boa saúde emocional, dentre outros.

Curso de Aprofundamento em Diagnóstico e Diferenciação de Síndromes pela visão taoista da Medicina Chinesa

A Medicina Chinesa possui uma lógica única que fundamenta sua forma de ver a saúde e a doença. Esta forma de pensar não é próxima da nossa forma habitual de vermos o funcionamento do nosso organismo. O praticante ocidental da Medicina Chinesa tem normalmente muita dificuldade de interiorizar a forma como se coleta, organiza, prioriza, raciocina e por fim conclui os dados clínicos de seus pacientes. Esse curso vem atender essa lacuna, trazendo, através do exercício prático, o pensamento taoista que fundamenta essa Medicina.

Objetivo: aperfeiçoar a prática diagnóstica, a interpretação dos dados e o raciocínio da Medicina Chinesa, melhorando o exercício das suas ferramentas, como a acupuntura, a massagem chinesa Tui Na e a fitoterapia.

Pré-requisitos: profissional formado em alguma área da Medicina Chinesa (acupuntura, massagem Tui Na, fitoterapia) ou estudante de curso de formação com 50% do curso completo.

Conteúdo programático:

Através de exercícios práticos, baseados em casos reais, feitos em grupo e individualmente, iremos aprofundar:

  • A elaboração da anamnese;
  • O interrogatório;
  • A pulsologia;
  • A Semiologia da Língua;
  • A Diferenciação de Síndromes pelos Oito Princípios (Ba Gan);
  • As Funções dos Órgãos e Vísceras (Zang Fu);
  • A Diferenciação de Síndromes pelos Órgãos e Vísceras (Zang Fu);
  • Os Fatores Patogênicos Exógenos;
  • Os Fatores Patogênicos Endógenos;
  • A Síndrome Bi (Síndromes de Obstrução Dolorosa);
  • Função, localização e aplicação de pontos para os tratamentos dos casos estudados durante o curso.

MinistranteEdgar Cantelli Gaspar

Duração: 3 meses – junho, julho e agosto de 2010. Início dia 02/06/10.

Datas e horário: quartas-feiras, das 15hs às 17hs

Local: Sociedade Taoísta do Brasil

Contato: 3105-7407 / 9631-3005 – stb-sp@sociedadetaoista.com.br

Princípios da Medicina Tradicional Chinesa

Curso voltado a interessados em Medicina Tradicional Chinesa que não visam a formação profissional, mas o conhecimento do funcionamento energético humano para desenvolver a percepção da sua própria fisiologia energética e obter uma melhor manutenção da saúde e a prevenção de doenças.

Teorias de base

  • A Medicina Tradicional Chinesa como arte taoista
  • Breve histórico da Medicina Tradicional Chinesa
  • Teoria de Yin & Yang
  • 5 Movimentos
  • Conceito de Qi – Energia Vital
  • Substâncias Vitais
  • Ba Gan – Os Oito Princípios do Diagnóstico Chinês
  • Zang Fu – Órgãos e Vísceras pela visão da MTC e suas funções básicas
  • Jing Luo (Canais e Colaterais)
  • Horários dos Canais e suas recomendações básicas
  • Introdução aos três fatores de doença
  • Fatores patogênicos externos
  • Fatores patogênicos internos e “nem um nem outro”

Prática

  • Breve introdução ao Qi Gong
  • 6 Sons de Lao Tzu
  • Breve introdução à Dietologia

Ministrantes: Edgar Cantelli Gaspar & Helena Guimarães

Local: Sociedade Taoísta do Brasil

Datas: 25/04 e 16/05, das 9hs às 16hs

Contato: 3105-7407 / 9631-3005 – stb-sp@sociedadetaoista.com.br

Novo blog sobre terapias orientais no ar!

Sempre enfatizo para meus alunos que é fundamental que os bons profissionais da área de Medicina Chinesa, além de realizarem um trabalho sério nos seus consultórios, também divulguem a profundidade, a sabedoria, e as formas mais tradicionais dessa milena medicina.

É com satisfação e orgulho que divulgo o blog sobre terapias orientais do Paulo Ricardo, um dos melhores alunos de massagem Tui Na que já formei.

Quem visitar o blog do Paulo perceberá que, além de um profissional muito sério e responsável, está construindo uma forma de divulgação e comunicação dessas terapias com a mesma responsabilidade.

Segue o link novamente: http://terapiasorientais.wordpress.com/