Articles for junho 2011

Curso de Princípios da Medicina Tradicional Chinesa – 20/8 e 17/9

Curso voltado a interessados em Medicina Tradicional Chinesa que não visam a formação profissional, mas o conhecimento do funcionamento energético humano para desenvolver a percepção da sua própria fisiologia energética e obter uma melhor manutenção da saúde e a prevenção de doenças.

Teorias de base

  • A Medicina Tradicional Chinesa como arte taoista
  • Breve histórico da Medicina Tradicional Chinesa
  • Teoria de Yin & Yang
  • 5 Movimentos
  • Conceito de Qi – Energia Vital
  • Substâncias Vitais
  • Ba Gan – Os Oito Princípios do Diagnóstico Chinês
  • Zang Fu – Órgãos e Vísceras pela visão da MTC e suas funções básicas
  • Jing Luo (Canais e Colaterais)
  • Horários dos Canais e suas recomendações básicas
  • Introdução aos três fatores de doença
  • Fatores patogênicos externos
  • Fatores patogênicos internos e “nem um nem outro”

Prática

  • Breve introdução ao Qi Gong
  • 6 Sons de Lao Tzu
  • Breve introdução à Dietologia

Ministrante: Helena Guimarães

Local: Sociedade Taoísta do Brasil

Datas: 20/08 e 17/09, das 9hs às 17hs

Contato: 3105-7407 / 9631-3005 – stb-sp@sociedadetaoista.com.br

Encerramento curso de Aprofundamento em Diagnóstico

O mergulho na tradição de conhecimento da Medicina Chinesa é ao mesmo tempo fascinante e assustador. A forma de entender a fisiologia humana dessa Medicina é magicamente amarrada. E isso normalmente encanta o terapeuta que inicia seus estudos. Mas após alguns metros de mergulho ele passa a ser muito perturbador, pois percebemos que o buraco realmente é muito fundo. E que, para atendermos um paciente de maneira verdadeira, responsável e eficaz, precisamos atingir níveis mais avançados rapidamente. Mas a cada nível descobrimos ainda mais caminhos de aperfeiçoamento, sentindo-nos, muitas vezes, iniciantes, inseguros, ingênuos. Mas é essa justamente a postura que as tradições orientais indicam que o caminhante permaneça no seu aperfeiçoamento, enfrentando suas inseguranças, sem desistir do Caminho, mas sem nunca considerar que não precisa mais avançar. A xícara deve permanecer vazia.

Como é gratificante encerrar mais uma turma do Curso de Aperfeiçoamento em Diagnóstico e perceber no último encontro que toda a turma ainda permanece nessa postura. Estão todos no Caminho certo. E foi uma honra mergulhar de mãos dadas com vocês num trecho desse Caminho. Obrigado.

Vamos tirar mais um bode da sala? O problema do desodorante antitranspirante

Nossa cultura adora simplesmente tirar os problemas da frente, considerando-os resolvidos. A menstruação incomoda? Métodos anticoncepcionais que façam a mulher não menstruar. Tem cefaléias constantes? Carregue um Doril na bolsa. O cabelo cai muito? Implante.

A última dessas soluções simplórias e superficiais, que desconsideram a identificação e a solução do problema real da patologia, com a qual me deparei recentemente foi a onipresença dos desodorantes antitranspirantes masculinos. Eu não tenho uma transpiração excessiva e por isso não queria usar alguma substância que interrompesse o mecanismo natural da pele humana que é transpirar. Mas quem disse que em alguma farmácia ou mercado eu encontraria algum que não fizesse esse mecanismo artificial?

Por que esse tipo de desodorante tornou-se tão popular e aceito? Obviamente porque o excesso de transpiração e a transpiração com odor exageradamente desagradável é muito comum. Mas me pareceu, então, importante entendermos um pouco mais e melhor o que pode fazer tanta gente ter esse desconforto e saber que simplesmente parar de transpirar nas axilas não é a solução.

Segundo a visão da Medicina Chinesa, variadas Síndromes podem ocasionar o descontrole crônico no mecanismo da transpiração. Primeiramente precisamos saber que qualquer tipo de hiperatividade fisiológica, que chamamos na Medicina Chinesa de Síndromes de Calor (熱 – ), faz com que a circulação de Energia (氣 – ) e Sangue (血 – Xuè) na superfície do corpo se torne mais rápida do que o normal e, como uma forma de dissipar o aumento de temperatura ocasionado por essa hipercirculação, nosso corpo abre os poros da pele, liberando o suor, resfriando a superfície.

Nas Síndromes dessa natureza (Calor) podemos ter um dado da sua intensidade pela presença de odores desagradáveis na transpiração, pois, quanto maior o Calor interno, maior o odor. Especialmente se esse Calor (熱 – ) estiver presente no sistema físico e enérgico do Coração maiores as chances da transpiração nas axilas ser exagerada e também com odor forte. Isso acontece, pois o Canal Energético do Coração (心 – Xīn), na sua porção superficial, se inicia justamente no centro da axila. Esse Canal, portanto, traz esse Calor (熱 – )  interno para a superfície, até mesmo como uma forma de proteção do Coração (心 – Xīn).

Outra Síndrome bastante comum é justamente a oposta à anterior, ou seja, quando estamos com um hipofuncionamento fisiológico. Quando nossas atividades circulatórias e metabólicas diminuem, que chamamos na Medicina Chinesa de Síndrome por Frio (寒 – Hán) interior, a capacidade do nosso organismo de manter a força de fechamento dos poros da pele diminuiu muito. Com isso, nossos poros permanecem abertos quando deveriam se fechar e temos então uma transpiração profusa, normalmente fria, e que piora quando precisamos exercer alguma atividade física simples, como subir uma escada. Essa transpiração, normalmente, não apresenta mau cheiro.

Existem várias outras Síndromes mais específicas que geram transpiração exagerada, como a que acomete uma parcela dos obesos. A gordura em vários níveis do nosso corpo gera uma grande obstrução para a circulação de Energia (氣 – ) e Sangue (血 – Xuè). Com isso, quanto mais gordura acumulada, mais o corpo direciona a circulação para superfície, visando transpor essa obstrução sistêmica. Essa hipercirculação na superfície gera um Calor (熱 – ), que também abre os poros da pele. Nessa Síndrome, a transpiração, além de provavelmente apresentar mau cheiro, é oleosa.

Fica claro, portanto, que a transpiração é uma investigação fundamental dentro do Diagnóstico da Medicina Chinesa, sendo um indicativo da presença de várias Síndromes. Quando nós simplesmente usamos uma ferramenta para disfarçar o sintoma, além de perdermos essa referência que poderia nos dar informações sobre a nossa saúde, nós também cortamos o mecanismo que o corpo está utilizando para expelir o Calor (熱 – ), nas sudoreses dessa origem, eliminando um pouco dessa hiperatividade interna e refrescando a superfície do corpo.

Novo fórum de discussão de Medicina Chinesa

Trabalhar com Medicina Chinesa no Brasil é um caminho de modo geral solitário. Quando estamos na fase de formação isso não surge como um sentimento tão presente. Mas quando já estamos formados e iniciamos nosso trabalho clínico, com estudos auto-didáticos e cursos eventuais de aperfeiçoamento, a falta de troca de informações com professores e outros profissionais pode se tornar angustiante.

É com satisfação portanto que ajudo na divulgação de mais uma iniciativa louvável da EBRAMEC (Escola Brasileira de Medicina Chinesa), que criou um fórum aberto e gratuito de discussão de temas importantes e pertinentes da Medicina Chinesa, como os textos clássicos e discussões de casos.

Eu estou participando como moderador do fórum de discussão de Massoteria Chinesa Tui Na e de Xiao Er Tui Na (Massoterapia Pediátrica Chinesa).

Convido todos os meus colegas, alunos e ex-alunos para participarem: http://www.ebramec.com.br/forum/

Curso Avançado de Massagem Chinesa Tui Na – início em Julho

Ambulatório de Tui Na turma 2009

Objetivo: aprofundar e aperfeiçoar a prática do terapeuta da Massagem Chinesa Tui Na.

Proposta do curso: enquanto que no curso de Formação nosso objetivo é preparar o aluno leigo no ingresso na Medicina Chinesa e, para isso, é necessário um profundo embasamento teórico e técnico, no Curso Avançado nosso foco será primordialmente prático para que o terapeuta possa ganhar mais recursos técnicos para tratamentos, assim como mais fluidez e variações da Massagem Tui Na.

Conteúdo:

    • Revisar e ampliar as sequências gerais;Ambulatório Tui Na turma 2009
    • Aplicação em decúbito lateral;
    • Utilização de Gao Mo (óleos, pomadas, cremes);
    • Aprofundamento em técnicas avançadas como Yi Ji Chan Tui Fa, Yao Fa, Ba Zhen Fa, Cuo Fa, dentre outras;
    • Prática de Qi Gong (Exercícios Energéticos) para a promoção e limpeza da energia do terapeuta;
    • Treino de reflexologia podal;
    • Estudo de casos reais com elaboração e prática em aula do tratamento proposto.

Ambulatório Tui Na turma 2009Datas e horários: julho e agosto de 2011, às quartas-feiras, das 16hs às 18hs.

Onde: CEMETRAC – R. Pirapitingui, 156 – Liberdade (próximo ao metrô São Joaquim)

ProfessorEdgar Cantelli Caspar

Início das aulas: 06/07 / 2011

Informações e inscrição: (11) 3209-8189 / (11) 3341-6038