Nossa cultura adora simplesmente tirar os problemas da frente, considerando-os resolvidos. A menstruação incomoda? Métodos anticoncepcionais que façam a mulher não menstruar. Tem cefaléias constantes? Carregue um Doril na bolsa. O cabelo cai muito? Implante.

A última dessas soluções simplórias e superficiais, que desconsideram a identificação e a solução do problema real da patologia, com a qual me deparei recentemente foi a onipresença dos desodorantes antitranspirantes masculinos. Eu não tenho uma transpiração excessiva e por isso não queria usar alguma substância que interrompesse o mecanismo natural da pele humana que é transpirar. Mas quem disse que em alguma farmácia ou mercado eu encontraria algum que não fizesse esse mecanismo artificial?

Por que esse tipo de desodorante tornou-se tão popular e aceito? Obviamente porque o excesso de transpiração e a transpiração com odor exageradamente desagradável é muito comum. Mas me pareceu, então, importante entendermos um pouco mais e melhor o que pode fazer tanta gente ter esse desconforto e saber que simplesmente parar de transpirar nas axilas não é a solução.

Segundo a visão da Medicina Chinesa, variadas Síndromes podem ocasionar o descontrole crônico no mecanismo da transpiração. Primeiramente precisamos saber que qualquer tipo de hiperatividade fisiológica, que chamamos na Medicina Chinesa de Síndromes de Calor (熱 – ), faz com que a circulação de Energia (氣 – ) e Sangue (血 – Xuè) na superfície do corpo se torne mais rápida do que o normal e, como uma forma de dissipar o aumento de temperatura ocasionado por essa hipercirculação, nosso corpo abre os poros da pele, liberando o suor, resfriando a superfície.

Nas Síndromes dessa natureza (Calor) podemos ter um dado da sua intensidade pela presença de odores desagradáveis na transpiração, pois, quanto maior o Calor interno, maior o odor. Especialmente se esse Calor (熱 – ) estiver presente no sistema físico e enérgico do Coração maiores as chances da transpiração nas axilas ser exagerada e também com odor forte. Isso acontece, pois o Canal Energético do Coração (心 – Xīn), na sua porção superficial, se inicia justamente no centro da axila. Esse Canal, portanto, traz esse Calor (熱 – )  interno para a superfície, até mesmo como uma forma de proteção do Coração (心 – Xīn).

Outra Síndrome bastante comum é justamente a oposta à anterior, ou seja, quando estamos com um hipofuncionamento fisiológico. Quando nossas atividades circulatórias e metabólicas diminuem, que chamamos na Medicina Chinesa de Síndrome por Frio (寒 – Hán) interior, a capacidade do nosso organismo de manter a força de fechamento dos poros da pele diminuiu muito. Com isso, nossos poros permanecem abertos quando deveriam se fechar e temos então uma transpiração profusa, normalmente fria, e que piora quando precisamos exercer alguma atividade física simples, como subir uma escada. Essa transpiração, normalmente, não apresenta mau cheiro.

Existem várias outras Síndromes mais específicas que geram transpiração exagerada, como a que acomete uma parcela dos obesos. A gordura em vários níveis do nosso corpo gera uma grande obstrução para a circulação de Energia (氣 – ) e Sangue (血 – Xuè). Com isso, quanto mais gordura acumulada, mais o corpo direciona a circulação para superfície, visando transpor essa obstrução sistêmica. Essa hipercirculação na superfície gera um Calor (熱 – ), que também abre os poros da pele. Nessa Síndrome, a transpiração, além de provavelmente apresentar mau cheiro, é oleosa.

Fica claro, portanto, que a transpiração é uma investigação fundamental dentro do Diagnóstico da Medicina Chinesa, sendo um indicativo da presença de várias Síndromes. Quando nós simplesmente usamos uma ferramenta para disfarçar o sintoma, além de perdermos essa referência que poderia nos dar informações sobre a nossa saúde, nós também cortamos o mecanismo que o corpo está utilizando para expelir o Calor (熱 – ), nas sudoreses dessa origem, eliminando um pouco dessa hiperatividade interna e refrescando a superfície do corpo.

5 thoughts on “Vamos tirar mais um bode da sala? O problema do desodorante antitranspirante

  1. Moacyr Bagatelli

    Olá Edgar, como sempre, ótimo artigo!

    Gostaria de acrescentar uma opinião. Suór mal-cheiroso também pode significar grande quantidade de toxinas acumuladas. Consequentemente, o uso de antitranspirante pode acarretar problemas sérios, já que bloquear a transpiração impede uma das formas de eliminação natural de toxinas. Já ouvi falar que a concentração de toxinas provoca a mutação de células, então, será que uma das causas de determinadas doenças graves poderia também estar relacionada a este simples hábito?

    Um abraço,
    Moacyr

    1. Edgar Cantelli

      Acredito que sim Moacyr. Eu mesmo numa época que usei regularmente esse tipo de desodorante tive manifestações aguda do corpo desse acúmulo de toxinas, como aparecimento de furúnculos. Mas de qualquer forma, meu corpo conseguiu uma maneira de eliminar esse Calor. Mas podemos imaginar que em outras pessoas, esse Calor (toxinas) não seja eliminado de outra forma, causando doenças mais profundas e sérias. Abraço!

  2. Andrea Maciel -

    Isso me lembrou os travesseiros anti-refluxo que vendem por ai.. ao inves de tratar a doença, busca-se soluçoes rapidas e ‘infaliveis’!
    Otimo texto!
    Abraço,
    Andrea

  3. alvaro

    Oi pessoal, realmente excelente este artigo, parabens Edgar e aqui vai uma dica para aqueles que não gostam de subaqueira rsssss: é simples basta mesclar o conteúdo de um frasco de leite magnesia PHILLIPS, com um pouco de Leite de rosas. Qto à proporção fica à cargo de cada um, se vc gosta mais de cheiro de rosas, simplesmente acrescente mais, senão, acrescente menos. O único inconveniente desse artifício é que deixa uma leve mancha branca nas axilas q pode manchar as roupas escuras, mas substitui o desodorante comum com vantagens, não impedindo a transpiração.

  4. gabriela

    eu tive um furunculo em baixo do braco devido ao uso do antitranspirante e tive que drenar, isso ja faz tempo e mesmo assim, quando eu uso sinto que começa a inchar ai tomo cefalexina e paro de usar.

Leave a reply

required