Mestre Taoista Yun Xiang Chen

Mestre Taoista Yun Xiang Chen

No último mês de abril esteve no Brasil o Mestre Taoista Yun Xiang Chen ministrando cursos de Qi Gong, Tai Ji Chuan, meditação e práticas energéticas terapêuticas na Sociedade Taoista do Brasil. Em todas as suas aulas, Mestre Chen enfatizou a importância da alimentação como base da nossa saúde, sendo o suporte a qualquer prática.

A dietologia na medicina chinesa é bastante complexa. Para entender o efeito fisiológico de cada alimento, temos de entender primeiro a nossa fisiologia geral, na saúde e na doença, segundo esta medicina.

Como não havia tempo para que ele estruturasse todo este raciocínio em seus cursos, fundamentando o porquê das orientações alimentares, Mestre Chen sintetizou suas recomendações seguindo uma linha ocidental de análise alimentar, mas que, em sua maior parte, está de acordo com as recomendações clássicas da medicina chinesa.

Ele se baseou na medida do pH do sangue humano. A sigla significa “potencial Hidrogeniônico” e trata-se de uma escala que mede o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma determinada solução. A escala compreende valores de 0 a 14, sendo que o 7 é considerado o valor neutro. O valor 0 (zero) representa a acidez máxima e o valor 14 a alcalinidade máxima. O pH saudável do sangue humano deve ser ligeiramente alcalino, em torno de 7,4.

Mestre Chen mostrou como a alimentação moderna, e especialmente a ocidental, tende a tornar o pH do nosso sangue muito mais ácido. O ambiente ácido é propício para o surgimento de muitas doenças, especialmente o câncer. Portanto, sua grande recomendação foi o aumento de alimentos alcalinos e a diminuição dos alimentos muito ácidos. Obviamente evitando também os alimentos industrializados e tóxicos, dando preferência aos alimentos orgânicos e frescos. É importante entender que nesta diferenciação leva-se em conta a acidez e a alcalinidade que o alimento provoca em nosso metabolismo e não o pH do alimento em si. Um grande exemplo é o limão, que, em si, é ácido, mas provoca um ambiente muito alcalino em nosso organismo.

Esta relação da alimentação saudável com o pH sanguíneo não é própria da medicina chinesa, mas ao estudar o porquê do Mestre ter ensinado desta forma, encontrei paralelos muito interessantes. A maior parte dos alimentos muito ácidos são os formadores de Mucosidade-Calor. Este termo é um código da medicina chinesa para designar formação de resíduo metabólico (Mucosidade) que tende a se condensar, aglutinar e gerar processo inflamatório (Calor). Este é o pior tipo de fator patogênico, sendo o gerador das doenças mais difíceis de serem tratadas, incluindo o câncer.

Por isso divulgo abaixo uma graduação de alimentos dos mais ácidos para os mais alcalinos. Este material tem como base a pesquisa da empresa americana Air Water Life e contei com a ajuda das amigas Márcia Pinotti (pinottimarcia@hotmail.com) para a tradução e da nutricionista Isabel Quaresma Rodrigues (isabel.quaresma.rodrigues@gmail.com) na revisão.

 

alimentos_acidos_alcalinos_terapiaschinesas_nov_14

Edgar Cantelli Gaspar – edgar@terapiaschinesas.com.br – Twitter: @edgarcantelli

Leave a reply

required