• Vídeo #8 – O enjôo na gestação segundo a Medicina Tradicional Chinesa

    Neste vídeo, extraído de um trecho de uma aula do Curso de Formação em Acupuntura no CEMETRAC, falo um pouco sobre a fisiologia do enjôo na gravidez sob o entendimento da Medicina Tradicional Chinesa.
     
    Espero muito pelas suas mensagens, sugestões e comentários pelo email: edgar@terapiaschinesas.com.br

    Você pode visualizar o vídeo também através deste link.

    Edgar Cantelli Gaspar – edgar@terapiaschinesas.com.br – Twitter: @edgarcantelli

  • Gestação pela visão da Medicina Chinesa

    Não há nada mais mágico do que a geração de uma nova vida. É o perfeito encontro de Yin e Yang, as duas polaridades fundamentais do Universo segundo a lógica taoísta, que fundamenta a Medicina Tradicional Chinesa.

    O que pouca gente sabe é que no momentro em que o espermatozóide (Yang) encontra o óvulo (Yin) muita coisa se determina além do início de um novo ser. Sabemos que toda a carga genética está definida. Mas o conceito de Essência (Jing) na MTC inclui tanto as tendências genéticas, quanto também a quantidade e a qualidade da nossa energia mais basal, estrutural, que carregaremos durante toda a vida.

    A Essência Pré-Natal é boa parte formada no momento da fecundação e pode ser entendida como um reservatório, uma poupança, que nosso corpo recorrerá em momentos de necessidade ao longo de toda a nossa vida.

    O mais importante é que essa Essência Pré-Natal determina a nossa longevidade. Ou seja, quando ela se esgota, morremos.

    Pode-se dizer que metade da Essência Pré-Natal é constituida no momento da concepção, como já vimos. A outra metade é formada ao longo das 40 semanas gestacionais através da passagem da Essência Pós-Natal da mãe (a energia que ela extrai dos alimentos e do ar) diretamente para o bebê. Se em algum momento a mãe não tiver disponível um bom nível de Essência Pós-Natal, seu sistema energético priorizará o bebê e retirará diretamente da sua reserva Pré-Natal para o suprimento do bebê.

    Esse mecanismo acarreta duas conseqüências. A primeira é o prejuízo à saúde da mãe, além da diminuição da sua longevidade. A segunda é uma formação deficitária da Essência Pré-Natal do bebê pois, através desse mecanismo, é passado também ao bebê as tendências de formação de doenças da mãe, que se manifestarão na saúde da criança principalmente até os 7 anos.

    Dessa forma vemos mais detalhadamente a importância da saúde física e emocional da mãe segundo a visão da Medicina Chinesa. Destacamos aqui algumas medidas simples que favorecem a manutenção de uma boa qualidade de Essência Pós-Natal durante a gestação:

    1 – Dormir antes das 23hs e um números de horas suficientes (para algumas gestantes o número da horas de sono pode subir consideravelmente);
    2 – Evitar desgastes emocionais de todo tipo. Vemos hoje muitas gestantes trabalhando qm ambientes de trabalho tão estressantes que se aproximam do que chamamos na MTC de estado eufórico. A manutenção desse estado é extremamente desgastante;
    3 – Não se alimentar tarde e tomar um bom café da manhã, com frutas como primeiro alimento;
    4 – Sempre que possível estar em ambiente com natureza abundante;
    5 – O papel do pai é vital como facilitador da estabilidade da mãe, tanto em medidas práticas como resolver afazeres domésticos, antes dividos pelo casal, como em cuidados emocionais, através do exercíoio da consciência constante do momento delicado em muitos sentidos que sua companheira está passando;
    6 – Manter ou iniciar uma atividade fisica leve, como caminhada, hidroginástica, Tai Ji Quan ou Yoga;
    7 – Cultivar uma estabilidade psíquica, emocional e espiritual de paz e alegria, desfrutando desse momento mágico e único na vida de todo ser humano.